EPM e Comesp iniciarão o ciclo de palestras ‘Com a palavra, as juristas’

Ministra Cármen Lúcia fará a exposição inaugural.

A EPM, em parceria com a Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário do Estado de São Paulo (Comesp), promoverá no dia 16 de agosto a palestra inaugural do ciclo Com a palavra, as juristas. A exposição será proferida de maneira on-line pela ministra do Supremo Tribunal Federal Cármen Lúcia Antunes Rocha, sobre o tema “Liberdade de expressão e Estado Democrático de Direito”.

O evento será realizado das 10 às 12 horas no auditório do 1º andar da Escola e de maneira virtual, sob a coordenação da desembargadora Maria de Lourdes Rachid Vaz de Almeida, que atuará como mediadora, e das juízas Maria Domitila Prado Manssur e Gina Fonseca Corrêa. O objetivo do ciclo de palestras é capacitar os participantes acerca dos valores e princípios da Constituição da República relacionados à promoção de igualdade de gênero, além de fomentar a Política Nacional de Incentivo à Participação Feminina no Poder Judiciário, instituída pela Resolução nº 255/18 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

São oferecidas 65 vagas presenciais e 700 vagas a distância, gratuitas e abertas a todos os interessados. Serão emitidos certificados àqueles que registrarem 100% de frequência. Para registrá-la, o aluno da modalidade on-line deverá acessar integralmente a aula, ao vivo ou em até cinco dias corridos após a disponibilização da gravação na Central de vídeos.

As inscrições podem ser feitas até o dia 13 de agosto. Os inscritos serão matriculados automaticamente, respeitado o número de vagas. Mais informações no edital. 

MB (texto) /  LS (arte)


O Tribunal de Justiça de São Paulo utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TJSP