EPM realizará o curso ‘Percepções sistêmicas – o despertar de uma nova consciência jurídica’

­Inscrições estão abertas até 14 de julho.

 

De 7 de agosto a 27 de novembro, será promovido o curso Percepções sistêmicas – o despertar de uma nova consciência jurídica na EPM, sob a coordenação do desembargador José Carlos Ferreira Alves e da juíza Vanessa Aufiero da Rocha. As aulas serão ministradas às quartas-feiras, das 8 às 12 horas, no auditório do 2º andar do prédio da EPM.

 

A participação é aberta a magistrados, advogados, defensores, promotores de Justiça, conciliadores, mediadores, psicólogos, assistentes sociais e servidores do Tribunal de Justiça de São Paulo que atuam na gestão de conflitos, comprometidos em ampliar sua visão acerca das interações humanas.

 

São oferecidas 150 vagas presenciais (para registro de frequência é imprescindível que o aluno assine a lista de presença). Será emitido certificado de conclusão de curso àqueles que apresentarem ao menos 75% de frequência.

 

Valor: R$ 300,00, em duas parcelassendo R$ 150,00 no ato da matrículaR$ 150,00 com vencimento para o dia 10 de agosto, a serem recolhidas preferencialmente no Banco do Brasil. Cabe ao aluno observar e selecionar a categoria de desconto compatível. Uma vez eleita a categoria, o aluno deverá recolher a guia no valor correspondente. A EPM não aceitará pagamento em parcela única, no valor total do curso.

 

Inscrições: podem ser feitas até o dia 14 de julho (ou até o preenchimento das vagas). O interessado deverá acessar a área Inscrições do site da EPM, preencher o campo CPF e escolher o curso. Magistrados e funcionários do TJSP deverão preencher login e senha do correio eletrônico e seguir as instruções indicadas nas telas. Alunos e ex-alunos da EPM sem vínculo com o TJSP deverão preencher usuário e senha de acesso à “Sala de alunos”, conferir os dados e, se for o caso, atualizá-los (caso não lembrem, basta clicar em “esqueci minha senha”). Os demais interessados deverão preencher a ficha completa. Após o envio da ficha oportunamente será remetido e-mail confirmando a inscrição.

 

A convocação dos selecionados para matrícula será divulgada no site EPM e no Diário da Justiça Eletrônico a partir do dia 18 de julho.

 

Excepcionalmente neste curso os funcionários do TJSP não serão matriculados automaticamente, tendo em vista a necessidade de envio de documentos para matrícula. Os magistrados do TJSP inscritos serão matriculados automaticamente. 

 

Matrículas: o edital de matrículas será publicado de 18 a 31 de julho. Os inscritos serão selecionados por ordem cronológica de inscrição para efetuarem a matrícula e deverão observar rigorosamente o período indicado acima. Durante este período, o edital de matrículas com a relação dos alunos convocados e orientações para envio de documentação deverá ser disponibilizado diariamente no DJE.

 

Será concedido desconto não cumulativo às seguintes categorias:

 

- Magistrados do TJSP e do TJMSP: desconto de 100%;

- Funcionários do TJSP e do TJMSP: desconto de 100%;

- Estagiários do TJSP e do TJMSP: desconto de 100%;

- Funcionários inativos do TJSP: desconto de 60% (valor de cada parcela: R$ 90,00);

- Promotores de Justiça, defensores públicos, magistrados de outros tribunais e demais servidores públicos ativos (concursados na administração pública indireta e concursados ou nomeados na administração pública direta), nos âmbitos federal, estadual e municipal: com a devida comprovação, terão direito ao desconto de 50% (valor de cada parcela: R$ 75,00);

- Conciliadores: mediante declaração comprobatória datada de 2019 (emitida pelo setor competente do TJSP onde atua, com a assinatura do juiz), será concedido desconto de 50% (valor de cada parcela: R$ 75,00);

- Idosos (acima de 60 anos): será concedido desconto de 50% (valor de cada parcela: R$ 75,00).

 

Confira outras informações no edital.

 

Programa:

 

Datas

Temas

Palestrantes

1ª aula

7/8

Um novo olhar sobre a Justiça: 1. Mudanças paradigmáticas na sociedade e na Justiça. Pensamento Sistêmico: um novo paradigma. Pensamento Sistêmico e Pensamento Linear: principais diferenças. A Justiça como protagonista da Cultura da Paz. Compromisso ético da Justiça de romper padrões e desenvolver formas criativas para lidar com os conflitos e propagar a paz. 2. As ondas renovatórias do acesso à Justiça de Mauro Cappelletti e Bryant Garth. 3. Abordagem transformativa do conflito: aprofundamento da análise da questão para gerar amadurecimento de novas decisões, ampliação do poder de ação, aumento da capacidade de crescimento e amadurecimento das pessoas. Releitura do conflito. (Re) Empoderar o indivíduo com o resgate de sua dignidade. 4. Interdisciplinaridade: superando a fragmentação por meio do diálogo com outros saberes, como a Filosofia Hellingeriana. 5. Os níveis da consciência e seu significado. 6. Conciliando o Direito com a Vida

 

Des. José Carlos Ferreira Alves e juíza Vanessa Aufiero da Rocha

2ª aula

21/8

Direito Sistêmico: o despertar de uma nova consciência jurídica. 1. A Filosofia Hellingeriana. Ordens Sistêmicas na teoria: Pertencimento, Hierarquia e Equilíbrio. 2. Introdução ao Direito Sistêmico. Histórico. Compreendendo os pilares do Direito Sistêmico. Panorama da aplicação das constelações sistêmicas e do pensamento sistêmico no Judiciário

 

Janaina Ramos Mendes de Souza Vieira, Marisa Santos Souza Petkevicius, Valéria Perez e juíza Vanessa Aufiero da Rocha

3ª aula

4/9

Direito Sistêmico em ação. 1. Ordens Sistêmicas na prática: Pertencimento, Hierarquia e Equilíbrio. 2. Boa e Má Consciência. 3. Constelações familiares

 

Fernando Cattelan Cordeiro, Janaina Ramos Mendes de Souza Vieira, Marisa Santos Souza Petkevicius, Valéria Perez e juíza Vanessa Aufiero da Rocha

4ª aula

18/9

Direito Sistêmico e relacionamento de casal. 1. Dinâmicas ocultas na relação de casal. 2. Violência doméstica. 3. A boa separação

 

Fernando Cattelan Cordeiro, Janaina Ramos Mendes de Souza Vieira, Marisa Santos Souza Petkevicius, Valéria Perez e juíza Vanessa Aufiero da Rocha

5ª aula

9/10

Direito Sistêmico e parentalidade. 1. Função Pai. Função Mãe. 2. Amor interrompido e suas consequências. 3. Alienação Parental. 4. Adoção

 

Juíza Vanessa Aufiero da Rocha

6ª aula

30/10

Postura sistêmica do gestor do conflito e as ordens. 1. A posição do gestor do conflito a partir da filosofia hellingeriana. 2. O autoconhecimento do gestor do conflito. 3. Posturas sistêmicas no exercício profissional. Identificação da solução do conflito a partir das leis sistêmicas. 4. A ampliação da percepção e consciência jurídica do gestor do conflito. A compreensão sobre o não julgamento. 5. O respeito ao destino difícil das partes envolvidas no litígio

 

Fernando Cattelan Cordeiro, Janaina Ramos Mendes de Souza Vieira, Marisa Santos Souza Petkevicius, Valéria Perez e juíza Vanessa Aufiero da Rocha

 

7ª aula

13/11

Desafios da implementação da utilização das constelações dentro do Poder Judiciário. 1. Objetivos de implementação nos âmbitos interno, pré-processual, processual. 2. Desafios. 3. Apresentação de projetos do Judiciário paulista por expositores convidados

 

Fernando Cattelan Cordeiro, Janaina Ramos Mendes de Souza Vieira, Marisa Santos Souza Petkevicius, Valéria Perez e juíza Vanessa Aufiero da Rocha e juízes convidados

8ª aula

27/11

Retrospectiva: compreensões, experiências e impulsos. Perspectivas: da teoria a prática. Reflexões

Des. José Carlos Ferreira Alves, Fernando Cattelan Cordeiro, Janaina Ramos Mendes de Souza Vieira, Marisa Santos Souza Petkevicius, Valéria Perez e juíza Vanessa Aufiero da Rocha