EPM realizará nova edição do curso ‘Mulheres em uma cidade sustentável’

Inscrições estão abertas até 3 de novembro.

 

De 9 a 26 de novembro será promovida a segunda edição do curso Mulheres em uma cidade sustentável da EPM, sob a coordenação das juízas Teresa Cristina Cabral Santana, vice-coordenadora da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário do Estado de São Paulo (Comesp); Danielle Galhano Pereira da Silva, Rafaela Caldeira Gonçalves e Renata Mahalem da Silva Teles, integrantes da Comesp; das defensoras públicas Nálida Coelho Monte e Paula Sant´Anna Machado de Souza, coordenadoras do Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres da Defensoria Pública (Nudem); e das advogadas Alice Bianchini, vice-presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB; Claudia Patrícia de Luna, integrante da Comissão da Mulher Advogada da OAB SP; e Maria Sylvia de Oliveira, coordenadora de Políticas de Promoção da Igualdade de Gênero e Raça. As aulas serão ministradas às terças e sextas-feiras, das 10h às 11h30, a distância, com acesso na Central de vídeos.

 

A participação é gratuita e aberta a magistrados, promotores de Justiça, defensores públicos, advogados, servidores do Tribunal de Justiça de São Paulo, do Ministério Público e da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, integrantes da Ordem dos Advogados do Brasil e demais entidades e pessoas que atuam na rede de enfrentamento à violência de gênero.

 

São oferecidas 700 vagas. Haverá emissão de certificado de conclusão de curso àqueles que tiverem 75% de frequência (para registrar presença, o aluno deverá assistir integralmente à aula em até cinco dias corridos, a contar do envio do comunicado de que aula está disponível na Central de vídeos).

 

Inscrições: podem ser feitas até o dia 3 de novembro. O interessado deverá acessar a área Inscrições do site da EPM, clicar no nome do curso e em seguida em “Realizar login”. Magistrados e funcionários do TJSP deverão clicar no ícone “Entrar com @tjsp.jus.br”, preencher e-mail e senha do correio eletrônico e seguir as instruções indicadas. Os demais interessados deverão clicar em “Inscreva-se agora” para criar sua conta de usuário e senha. Após realizarem o login, deverão selecionar a modalidade e clicar em “Inscrever-se”. A seguir, deverão preencher as informações seguindo as instruções apresentadas e confirmar a inscrição. Deverá constar o nome completo na ficha. Oportunamente será remetido e-mail confirmando a inscrição.

 

Os inscritos serão matriculados automaticamente, respeitado o número de vagas, as normas do curso e eventuais alterações posteriores. Mais informações no edital.

 

Programa:

 

9/11 – Objetivos do desenvolvimento sustentável – ODS 1 e 2 – fome       

Advogada Sheila Carvalho

Debatedora: advogada Claudia Luna

 

12/11 – Objetivos do desenvolvimento sustentável – ODS 3 – saúde física e mental das mulheres – mortalidade das mulheres grávidas

Socióloga Jacqueline Pitanguy e professora Erica Mendonça

Debatedora: defensora pública Nálida Coelho

 

16/11 – Objetivos do desenvolvimento sustentável – ODS 4 – educação – efeitos da pandemia para mulheres e meninas referentes às questões de ensino

Professoras Viviane Santiago e Jacqueline Lima Santos

Debatedora: juíza Liliana Regina de Araújo Heidorn Abdala

 

19/11 – Objetivos do desenvolvimento sustentável – ODS 5 – igualdade de gênero – população LGBTQIA+

Professores Renan Quinalha e Fabio Esteves

Debatedora: juíza Rafaela Caldeira

 

23/11 – Objetivos do desenvolvimento sustentável – ODS 8 – emprego digno e crescimento econômico

Professoras Patricia Vilela e Ana Fontes

Debatedora: advogada Maria Sylvia Oliveira

 

26/11 – Objetivos do desenvolvimento sustentável – ODS 10 – redução das desigualdades – diferença no trabalho em razão de gênero, raça e classe

Juíza do Trabalho Barbara Ferrito e procuradora do Trabalho Valdirene de Assis

Debatedora: juíza Renata Mahalem da Silva Teles

 

MA (texto) / AD (arte)


O Tribunal de Justiça de São Paulo utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TJSP